Educação Física Escolar

A prática da Educação Física na escola favorece a autonomia dos alunos para monitorar as próprias atividades, regulando o esforço, traçando metas, conhecendo as potencialidades e limitações, sabendo distinguir situações de trabalho corporal que possam ser prejudiciais. A possibilidade de vivência de situações de socialização e a participação em atividades lúdicas, sem caráter utilitário são essenciais para a saúde e contribuem para o bem estar coletivo.

Nos jogos, ao interagirem com os adversários, os alunos desenvolvem o respeito mútuo, buscando participar de forma leal e não violenta, trabalhando em equipe, exercendo e valorizando a solidariedade. No que tange à questão do gênero, as aulas mistas dão oportunidades para que meninos e meninas convivam, observem-se, descubram-se e aprendam a ser tolerante, não discriminando e compreendendo as diferenças, de forma a não produzir, estereotipamente, relações sociais autoritárias. 

Cabe à escola trabalhar com o repertório cultural local, valorizando de experiências vividas, além de garantir espaço para experiências não peculiares ao âmbito escolar. Essa diversidade de experiências precisa ser considerada pelo professor quando organiza atividades, toma decisões sobre encaminhamentos individuais e coletivos e avalia procurando ajustar sua prática às reais necessidades de aprendizagem dos alunos. Veja arquivo anexo.