Jogos Olímpicos De Inverno Serão Os Maiores Da História

Os Jogos Olímpicos de Inverno, que decorrem em fevereiro na Coreia do Sul, serão os maiores da história, devido à participação de quase três mil atletas e à entrega de um número recorde de medalhas de ouro.

No total, 2.925 atletas de 92 países vão participar nas Olimpíadas, que decorrem entre 09 e 25 de fevereiro em PyeongChang, explica o comité organizador num comunicado emitido após terminar o prazo limite para a participação nos jogos.

PyeongChang ultrapassa, assim, os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, em Sochi, Rússia, onde estiveram 2.858 atletas de 88 países.

Os Estados Unidos da América têm a maior equipa de sempre numas Olimpíadas de Inverno, com 242 desportistas, seguindo-se o Canadá, com 226.

Esta edição vai ser marcada, contudo, pela ausência da Rússia, devido aos escândalos relacionados com doping, mas 169 atletas deste país competirão sob bandeira neutra.

Para estes Jogos, o Comité Olímpico Internacional concedeu uma exceção, à vizinha Coreia do Norte, que vai ter 22 aletas, quando, na realidade, apenas dois patinadores conseguiram alcançar lugares nas Olimpíadas.

Entre os 22 atletas que participarão em cinco disciplinas diferentes encontram-se 12 jogadoras de hóquei sobre o gelo que formarão uma equipa em conjunto com a Coreia do Sul.

Esta equipa das Coreias é fruto dos acordos históricos alcançados este mês entre os dois países – que tecnicamente estavam em guerra há mais de 65 anos – para que a Coreia do Norte integrasse o evento.

Os dois países acordaram, também, desfilar juntas na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos.

O país anfitrião também apresenta um número recorde de atletas numas Olimpíadas de Inverno, 144.

Acresce que em PyeongChang vão estrear-se em Jogos Olímpicos de Inverno a Malásia, Singapura, Kosovo, Eritreia e Equador.

Em PyeongChang 2018 vão igualmente estar em disputa um número recorde de medalhas de ouro – 102 no total – dado que as Olimpíadas vão ter novas disciplinas, como por exemplo esqui alpino por equipas.

    

WWW MAIS FUTEBOL

Pyeongchang 2018

Foto: divulgação