Presidente Do Ipc Conta Como Soube Das Dificuldades Financeiras

O presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), Philip Craven, revelou mais detalhes de como ficou sabendo que não havia dinheiro suficiente para a realização dos Jogos Paralímpicos. Segundo ele, apenas quatro semanas antes da Cerimônia de Abertura é que a real situação financeira chegou ao seu conhecimento.

"Eles simplesmente disseram que não havia dinheiro. Saber isso foi realmente preocupante, para dizer o mínimo", revelou Craven ao jornal britânico The Thimes. Ele também disse que naquele momento o Comitê Organizador já havia perdido o prazo de pagamento de algumas dívidas, mas o estado ainda era contornável. "O problema é que o Comitê Local escondeu a realidade de nós", afirmou Craven.

Craven ainda disse que só quando os Jogos Olímpicos começaram que foi percebida a importância que os Jogos Paralímpicos tinha. Uma reunião com um Ministro do alto escalão do governo brasileiro foi realizada e as negociações por um socorro financeiro junto com o governo da cidade do Rio de Janeiro foram realizadas. "Nunca pensamos que os Jogos não seriam realizados, mas pensávamos 'como vai ser isso?'"

No fim das contas, os Jogos Paralímpicos foram realizados mesmo em meio aos problemas financeiros.

Surto Olímpico

Foto: Agência O Globo