às Vésperas De Pré-temporada Da F1, Vasseur Deixa Renault: "comum Acordo"

Equipe anuncia saída de chefe do time, que aceitou desafio de reestruturar time francês em sua volta à F1 em 2016, a poucos meses do início do campeonato deste ano.

O início de 2017 da Fórmula 1 parece ser reorganização para algumas equipes. Se ontem Paddy Lowe deixou o comando da parte técnica da Mercedes, nesta quarta-feira foi a vez da Renault anunciar a saída imediata de Frederic Vasseur, chefe do time durante a temporada 2016. O dirigente, bem sucedido com a equipe ART nas categorias de base, assumiu o comando da escuderia francesa no ano passado, em sua volta à F1, em parceria com Cyril Abiteboul. Apesar de o time afirmar que a decisão foi tomada “em comum acordo”, Vasseur revelou que não foi bem assim, e que sua saída se deu por opiniões “muito difvergentes” na gestão do time. 

- O que aconteceu é que na Renault se tem muitas opiniões divergentes no comando do time. Então, neste momento, faz sentido que eu saia. Se você quer ir bem na F1, você precisa ter um líder e apenas uma forma de trabalho. Se você tem dois pontos de vista diferentes, o trabalho dentro do time não funciona – revela. 

Apesar da saída ter sido concretizada apenas nesta quarta-feira, Vasseur diz que a decisão foi tomada no final da semana passada, mas que as conversas já estavam acontecendo desde a última etapa de 2016, em Abu Dhabi. 

- Conversamos logo após Abu Dhabi, tentando encontrar o melhor método de trabalho para 2017. Tirei duas semanas de folga e tomei minha decisão na primeira semana de janeiro. É muito melhor parar logo agora. 

Frederic também falou não estar muito preocupado com seu futuro, seja no automobilismo ou até mesmo na F1. 

Não estou preocupado com meu future. Primeiro vou descansar e ficar com a família. Depois eu vejo o que faço. Tenho diversas coisas que me deixariam mais que ocupado, então isso não será um problema. Existirá um projeto na F1 no qual farei parte? Não sei. Mas eu amo automobilismo, e automobilismo é muito mais que apenas Fórmula 1. 

Globo Esporte

Foto: Divulgação