A Capoeira Para Portadores De Barreiras De Aprendizagem No Contexto Da Educação Física Escolar

Na última década, movimentos de Educação para todos e de Educação Inclusiva repercutiram em todo contexto educacional.

A Conferência Mundial de Educação para Todos (Jomtiem, Tailândia, 1990) e a Declaração de Salamanca (Espanha, 1994), trouxeram para a Educação Física um outro olhar, produziram o efeito de trazer outras preocupações enquanto disciplina que compõe o currículo escolar; disciplina esta que tem por objetivo auxiliar na formação do cidadão e na justa busca de uma escola para todos, pois, fundamentada na importante luta contra as exclusões, promoverá uma sociedade cujas relações nacionais e internacionais se darão de forma mais justa, mais igualitária.

Inspirada na Conferência Mundial de Jomtiem, a Declaração de Salamanca foi o resultado de uma linha de ação sobre Necessidades Educacionais Especiais, congregando noventa e dois países e vinte e cinco organizações internacionais envolvidas com pessoas portadoras de deficiências, que reafirmaram o direito dessas pessoas, independente de suas necessidades particulares, à igualdade de oportunidades, a maior participação de Governos, de grupos de país e especialmente organizações de pessoas com deficiência, nos esforços para incluir, no ensinoaprendizagem, as pessoas com necessidades especiais, que continuam marginalizadas. No que diz respeito ao conceito de necessidades educacionais especiais, no estudo, será tratado por barreiras de aprendizagem, pois a Declaração de Salamanca afirma que: 

Durante os últimos 15 ou 20 anos, tem se tornado claro que o conceito de necessidades educacionais especiais teve que ser ampliado para incluir todas as crianças que não estejam conseguindo se beneficiar com a escola seja por que motivo for. (p.15) (SANTOS, 2000:38). 

Veja texto completo em anexo.