Brasil Conquista Prata No Pan-americano Juvenil Masculino De Handebol

A Seleção Brasileira Juvenil Masculina de Handebol garantiu a medalha de prata no Campeonato Pan-Americano da categoria, disputado em Santiago, no Chile. A equipe nacional reeditou a final de 2015 com a Argentina, quando conquistou o pentacampeonato. No entanto, desta vez, foi superada por 22 a 21 na prorrogação, na noite do sábado (22/04).

O duelo foi disputado gol a gol, do início ao fim. O Brasil abriu o placar e se manteve à frente durante todo o primeiro tempo, apesar de alguns erros cometidos em finalizações. Do outro lado, os argentinos pressionavam e se defendiam com qualidade. O equilíbrio refletiu na igualdade de 8 a 8 no intervalo.

Na segunda etapa, o primeiro gol só veio perto dos cinco minutos, e foi da Seleção Brasileira. Faltando oito para o apito final, estava 13 a 13. O confronto seguiu acirrado, com cara da maior rivalidade Sul-Americana, terminou em 16 a 16 e foi para a prorrogação. Nos últimos lances, o Brasil ficou com um jogador a mais, encostou no placar, mas acabou superado por apenas um gol. O ponta Guilherme Torriani foi um dos destaques da partida.

“Tivemos um volume alto em falhas de finalização no primeiro tempo. Marcamos bem, mas atacamos mal, com erros em um contra o goleiro. O goleiro Lucas foi o destaque da partida pelo Brasil. Tivemos uma boa oportunidade no final da prorrogação, quando interceptamos uma bola, mas nos precipitamos e fizemos passe errado e invasão, quando eles tiveram a última bola para definir”, avaliou o técnico Washington Nunes.

Entre os cinco melhores do Pan-Americano, o Brasil se classificou para o Campeonato Mundial Juvenil Masculino, que será disputado na Geórgia, em agosto. “Evidentemente que, neste momento, estamos muito chateados, mas essa é uma fase de preparação de jovens em amadurecimento para o Campeonato Mundial. Temos que cobrar ajustes, mas a avaliação é positiva e acredito que podemos fazer um trabalho excelente na Geórgia. Estamos projetando o futuro”, completou.

A Seleção fez ótima campanha e estava invicta até a decisão: somou cinco vitórias na fase classificatória, contra México, Costa Rica, Estados Unidos, Paraguai e Chile, e eliminou a Venezuela nas semifinais. Donos da casa, os chilenos derrotaram a Venezuela por 25 a 20 e conquistaram a medalha de bronze.

Seleção Juvenil Masculina

Goleiros – Jeroty Rodrigues Carlos (Metodista/ São Bernardo/Besni-SP) e Lucas Pereira dos Santos (São José dos Campos-SP).

Armadores – Guilherme Borges Moraes Silva (Taubaté/FAB/Unitau-SP), Gustavo Nogacz (EC Pinheiros-SP), Jonathan Fernandes da Silva (Taubaté/FAB/Unitau-SP), Leonardo Marcelo Comerlatto (Taubaté/FAB/Unitau-SP), Paulo Vinícius Oliveira Cândido (FC Porto-Portugal) e Pedro Augusto Mota Teles (ASHb/Sorriso-MT).

Central – Marcos Vinnycius Freire Guimarães (Sport Recife/Uninassau-PE) e Matheus Lucas Gerhardt (ASHb/Sorriso-MT).

Pontas – Allefer Higor Bellan (Aceu/Univali/FMEBC-SC), Guilherme Miguel Laranjeiro Torriani (Taubaté/FAB/Unitau-SP), Leandro Alves Monte da Silva (EC Pinheiros-SP) e Ronaldo Catarino Júnior (Vegus/Guarulhos-SP).

Pivôs – Carlos Eduardo dos Santos Júnior (Campos/Flamengo-RJ) e Edney Silva Oliveira (Maringá-PR).

Comissão técnica

Técnico: Washington Nunes

Assistente técnico: Drean Dutra

Supervisor: Cássio Marques

Fisioterapeuta: Gustavo Barbosa

Chefe de equipe: Marcus Oliveira (Tatá)



PORTAL R3

Foto: divulgação