Depois Do Mundial, A Canoagem Slalom Já Conta Com 20 Países No Rio 2016

Na corrida por classificação aos Jogos Olímpicos Rio 2016, apenas oito países já estão garantidos nas quatro disciplinas da canoagem slalom, conquistando vagas em disputa no Mundial de Lee Valley (mesmo local da competição em Londres 2012), realizado em setembro.

As quatro disciplinas são: no caiaque individual (K1), masculino e feminino; na canoa (C), apenas masculina, individual (C1) e em dupla (C2).

Em Lee Valley, a Rússia se destacou entre os oito países que asseguraram vagas nas quatro disciplinas. Os outros foram Grã-Bretanha, França, Alemanha, República Tcheca, Polônia, Eslovênia e Eslováquia.

Depois do Mundial, a canoagem slalom já conta com 20 países no Rio 2016.

Nesse Mundial, o Brasil conseguiu duas vagas diretas no caiaque, com Ana Sátila, de 19 anos, na K1, e Pedro da Silva, o Pepê, também na K1. Como país-sede, também tem vagas asseguradas na canoa – individual (C1) e em dupla (C2).

Ainda estão faltando vagas por campeonatos continentais: África (em Sagana, no Quênia, de 6 a 11 de novembro de 2015), Ásia (em Toyama, no Japão, em 23 e 24 de abril de 2016), Oceania (em Parinth, na Austrália, de 19 a 21 de fevereiro de 2016) e Europa (em Liptovsky Mikulas, na Eslováquia, de 12 a 15 de maio de 2016).

Os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, em julho, valeram como o campeonato continental da América.

As vagas por disciplina

Na K1 masculina, classificaram-se no Mundial República Tcheca, Polônia, Estados Unidos, Eslovênia, Alemanha, Itália, França, Azerbaijão, Rússia, Grã-Bretanha, Japão, Áustria, Eslováquia, Nova Zelândia e Austrália, além de o Brasil ter ratificado sua vaga como país-sede.

Com a classificação dos Estados Unidos pelo Mundial, eles cedem a vaga obtida nos Jogos Pan-Americanos Toronto 2015, onde foram campeões, ao Canadá, bronze em Toronto - o Brasil, também já garantido nos Jogos, fora prata no Pan. As Ilhas Cook classificaram-se pela Oceania.

Restam as três vagas dos campeonatos continentais da África, da Ásia e da Europa. Na K1 feminina, o Mundial classificou República Tcheca, Alemanha, Austrália, Espanha, Eslováquia, Grã-Bretanha, Nova Zelândia, China, Brasil, Áustria, França, Rússia, Eslovênia, Polônia, Japão e Itália. As Ilhas Cook também já têm vaga, assim como Canadá, pelos campeonatos continentais. Restam as três vagas (Ásia, África e Europa).

Na C1 masculina, classificaram-se pelo Mundial Grã-Bretanha, Eslovênia, Estados Unidos, Eslováquia, França, Alemanha, Polônia, Rússia, República Tcheca e Japão. O Canadá ficou com a vaga do Pan de Toronto e haverá disputa de quatro vagas pelos campeonatos continentais da África, Oceania, Ásia e Europa. O Brasil tem a vaga de país-sede.

Na C2 masculina, o Mundial classificou Alemanha, França, Eslovênia, Grã-Bretanha, Polônia, Eslováquia, Rússia e República Tcheca. Os Estados Unidos se classificaram pelo Pan de Toronto e ainda haverá vagas continentais – apenas de Ásia e Europa. O Brasil tem a vaga de país-sede.