Cbf Já Prepara Trio Para O Mundial De Futebol Feminino, Em 2019, Na França

Um dos projetos da Comissão de Arbitragem da CBF é ter um trio brasileiro na próxima Copa do Mundo de Futebol Feminino, que vai ser disputada em meados de 2019, na França. Para isso, está sendo preparado o trio composto por Edina Alves Batista (foto acima) e pelas auxiliares Neuza Inês Back e Tatiane Sacilotti.

As três fazem parte do quadro da Fifa e neste ano já participaram de algumas atividades que visam qualificá-las para o Mundial – já estão entre pré-selecionadas para a competição. No início de fevereiro, por exemplo, estiveram em um curso de cinco dias de atividades na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), com instrutores físico e técnicos e psicóloga.

Logo em seguida, na segunda quinzena daquele mês, Edina Alves Batista e Neuza Inês Back foram ao Algarve, em Portugal, convocadas para o Seminário de Preparação da Arbitragem para a Copa do Mundo da França.

Esta semana, o trio esteve em Águas de Lindoia, no interior de São Paulo, participando de um curso da CBF para árbitros de elite, integrantes do quadro da Fifa – neste caso, a atividade reuniu também integrantes do quadro masculino da entidade.

Periodicamente, a Comissão de Arbitragem da CBF envia à Fifa relatório sobre o desempenho da árbitra e de suas auxiliares. “A Edina está cotada para o Mundial Feminino. Ela e as assistentes estão buscando o aprimoramento constante. Recentemente, eu assisti um jogo da Edina (Coritiba x Grêmio, pelo Brasileiro Sub-20) e vi que teve um avanço muito importante”, disse o coronel Marcos Marinho, chefe da arbitragem da entidade brasileira.

Aos 37 anos, Edina Alves Batista acredita que o trio conseguirá, sim, ser indicado para a Copa do Mundo – a definição deverá sair no próximo ano. “Se Deus abençoar, a gente vai sim. Estamos tendo um excelente apoio da CBF. Eles estão preparando a gente, eu a Neuza e a Tatiane, nos dando um suporte muito grande para a gente chegar a esse objetivo maior”, afirmou.

Além da paranaense Edina Alves Batista, o Brasil tem atualmente outras três árbitras no quadro da Fifa. A pernambucana Deborah Cecília Correa, a paulista Regildênia Holanda de Moura e a carioca Rejane Caetano da Silva.

NA ALEMANHA – O futebol alemão terá neste domingo pela primeira vez uma mulher apitando um jogo da Bundesliga, a primeira divisão do campeonato local. Bibiana Steinhaus, de 38 anos, vai ser a árbitra principal do jogo entre Hertha Berlin e Werder Bremen, em Berlim.

Bibiana Steinhaus faz parte do quadro da Fifa desde 2005. Dois anos depois, passou a apitar na segunda divisão alemã, tornando-se a primeira mulher a ser profissional de arbitragem no país. Também trabalhou várias vezes em partidas da Copa da Alemanha.


ISTO É

Esporte

Foto: divulgação