Coi Decide Nesta Terça Se Já Definirá Sede Dos Jogos De 2028 Neste Ano

A assembleia do Comitê Olímpico Internacional (COI), convocada em Lausanne (Suíça) de forma extraordinária, decidirá nesta terça-feira se é conveniente ou não já apontar em setembro deste ano a sede dos Jogos tanto de 2024 quanto de 2028.

Caso seja aprovada uma medida sem precedentes na sessão de Lima, em 13 de setembro, as duas cidades que se candidataram a receber o evento daqui a sete anos, Paris e Los Angeles, ficarão com uma edição cada. Ou seja, a derrotada para o pleito de 2024 terá, como "prêmio de consolação", os Jogos Olímpicos de 2028.

As equipes francesa e americana, a primeira liderada pelo presidente Emmanuel Macron, serão recebidos já nesta segunda-feira em Lausanne pelo líder do COI, o alemão Thomas Bach (foto acima). Ele é o principal defensor da ideia de já anunciar as duas sedes, mas a última palavra é da assembleia.

Nesta terça, as duas cidades farão uma apresentação de 45 minutos, seguida de uma rodada de perguntas, e a jornada será encerrada com o voto que, se afirmativo, permitirá a concessão dupla.

A desistência de três candidaturas a 2024 - Hamburgo, Roma e Budapeste - por oposição política ou mesmo da população pelo investimento necessário colocou Paris e Los Angeles em um cara a cara inesperado e deixou o comitê internacional em uma posição difícil. Em outros tempos, havia um interesse bem maior em receber uma das maiores celebrações coletivas do planeta, associada a valores como a universalidade e a esportividade.

Uma leitura bem-intencionada justificará a concessão dupla na conveniência de garantir que duas cidades tão importantes e ricas sejam as duas próximas sedes dos Jogos. Risco zero para o COI, ainda que também zero emoção durante a próxima década.

"É uma oportunidade de ouro para os Jogos e para o COI", opinou Bach.

Outra leitura possível é a de que, diante da seca de cidades interessadas nos Jogos, o comitê internacional utiliza a jogada para fugir do problema durante alguns anos e ganha tempo para reformular o sistema de definição das sedes.

A votação foi convocada cinco dias depois que a comissão de avaliação das candidatas emitiu um relatório igualmente favorável para ambas e para as suas ofertas, consideradas "muito distintas em essência, mas genuínas". A de Paris teve enaltecidos seus cenários históricos, enquanto a de californiana é vista como moderna e empreendedora.

Assim, tudo está planejado para que a sessão de Lima já defina as duas cidades como sedes dos Jogos da próxima década. Além disso, o mais provável é que a capital francesa fique com o evento em 2024 porque, segundo os organizadores da candidatura, até 2028 algumas licenças, como as de terreno, já terão expirado.

Desde que Seul foi eleita sede dos Jogos Olímpicos de 1988, superando apenas Nagoia (Japão) na votação, que não havia tão poucos candidatos.


ESPN UOL

Notícia

Foto: divulgação