Thiago E Henrique Empatam Em Final Emocionante E Confirmam Vaga No Rio

Em prova acirrada na final dos 200m medley do Maria Lenk, nadadores do Minas e Pinheiros fazem quarto tempo do mundo na prova e se classificam para os Jogos.

Na virada dos 150m, o tempo igual no placar já indicava uma disputa acirrada entre Thiago Pereira e Henrique Rodrigues pelo ouro dos 200m medley do Troféu Maria Lenk, nesta terça-feira. O difícil era imaginar que o empate se repetiria também na chegada. Com exatamente o mesmo tempo (1m57s91, o quarto melhor do mundo em 2016), os dois nadadores brasileiros garantiram o ouro e, de quebra, confirmaram a classificação para os Jogos Olímpicos. A competição, que é a última seletiva olímpica da natação, termina neste quarta-feira. As eliminatórias começam às 9h30, e as finais, às 17h. 

Há anos, Thiago Pereira e Henrique Rodrigues dominam as provas de medley do Brasil. Uma disputa acirrada entre os dois nadadores na final dos 200m medley nesta terça-feira já era imaginada. Mas, desta vez, a briga foi ainda mais apertada do que de costume. Na virada dos 150m, do estilo peito para o livre, os dois bateram em 1m28s96. Depois, disputaram o ouro a cada braçada e mais uma vez empataram, levantando o público que acompanhava a competição nas arquibancadas do Estádio Aquático do Parque Olímpico. 

A primeira vez que eu empatei faz muito tempo, foi em 2002, em um Troféu Brasil em Brasília. Eu empatei com o Lucas Salatta. E agora é a segunda vez que estou empatando nos 200m medley – lembrou Thiago.

Com Henrique, o mais novo da dupla, aos 25 anos, a situação inusitada desta sexta-feira nunca havia acontecido. Juntos eles também melhoraram as marcas que haviam feito na primeira seletiva olímpica, o Brasileiro/Open, em dezembro, confirmando com tranquilidade a classificação para os Jogos do Rio.  

É a primeira vez que estou empatando. É uma alegria muito grande nós estarmos garantidos nas Olimpíadas, que é o que conta e o que viemos buscar aqui - disse Henrique.

Medalhista de prata nos 400m medley em Londres 2012, Thiago Pereira pediu para que, a partir de agora, a equipe brasileira se una para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos em casa.

A gente tem que olhar esse time inteiro como um time só a partir de agora. Todos nós, independentemente do clube que a gente representa, somos Brasil. Não tem mais essa de Pinheiros, Minas, Corinthians, Sesi. Nas Olimpíadas, vai ser todo mundo jogando no mesmo time - disse Thiago Pereira. 

Já classificado para o Rio 2016 nos 200m borboleta, Leonardo de Deus confirmou mais uma prova em seu programa: os 200m costas. O nadador do Corinthians voltou a nadar abaixo do índice de 1m58s22 e levou o ouro com o tempo de 1m57s57. O tempo ficou ainda acima dos 1m57s43 que Léo tinha feito na primeira seletiva.  

"Não vou mentir, queria ter quebrado o recorde brasileiro do Thiago, de 1m57s19. Fiquei pertinho. Mas tudo bem, essa é minha segunda prova. Eu não tenho treinado tanto para ela quanto para o borboleta. Fica aquele gostinho de quero mais. Posso treinar mais essa prova para melhorar e ser o primeiro brasileiro a nadar na casa de 1m56s. A gente vai em busca disso para as Olimpíadas. Vamos treinar para isso e vamos fazer bonito.

resultado das finais - dia 5

100m livre feminino

1) Larissa Oliveira (Pinheiro) – 54s03

2) Etiene Medeiros (Sesi-SP) – 54s50

3) Daynara Ferreira (Sesi-SP) – 55s22     

200m costas masculino

1) Leonardo de Deus (Corinthians) – 1m57s57

2) Guilherme Augusto (Pinheiros) – 1m59s34

3) Fábio Santi (Pinheiros) – 2m00s21   

200m peito feminino

1) Julia Sebastian (Unisanta) – 2m28s12

2) Macarena Ceballos (Argentina) – 2m28s21

3) Sae Saito (Japão) – 2m2824       

200m medley masculino

1) Henrique Rodrigues (Pinheiros) – 1m57s91

1) Thiago Pereira (Minas) – 1m57s91

3)Thiago Simon (Corinthians) – 2m01s03

classificados para o rio 2016

Masculino

100m livre 

Marcelo Chierighini - 48s20 (Troféu Maria Lenk)

Nicolas Oliveira – 48s30 (Troféu Maria Lenk) 

200m livre

João de Lucca – 1m47s65 (Maria Lenk)

Nicolas Oliveira – 1m46s97 (Maria Lenk)   

400m livre

Luiz Altamir - 3m50s32 (Brasileiro/Open)   

100m peito

João Gomes Jr - 59s10 (Maria Lenk)

Felipe França - 59s36 (Maria Lenk) 

100m costas

Guilherme Guido – 53s10 (Maria Lenk)

200m costas 

Leonardo de Deus - 1m57s43 (Brasileiro/Open)

200m borboleta

Leonardo de Deus - 1m55s54 (Maria Lenk)

Kaio Marcio - 1m56s21 (Maria Lenk)   

200m peito

Tales Cerdeira – 2m10s99 (Troféu Maria Lenk)

Thiago Simon - 2m11s29 (Torneio Brasileiro/Open)   

200m medley masculino

Henrique Rodrigues – 1m57s91 (Troféu Maria Lenk)

Thiago Pereira – 1m57s91 (Troféu Maria Lenk)   

400m medley

Brandonn Almeida - 4m14s07 (Brasileiro/Open)   


Feminino   

100m livre

 Larissa Oliveira – 54s03 (Maria Lenk)

Etiene Medeiros - 54s26 (Brasileiro/Open)   

200m livre

Larissa Oliveira - 1m57s27 (Maria Lenk)

Manuella Lyrio - 1m58s43 (Brasileiro/Open)   

100m costas

Etiene Medeiros – 1m00s (Maria Lenk)   

100m borboleta

Daiene Dias - 58s04 (Maria Lenk)

Daynara de Paula - 58s38 (Maria Lenk)   

200m medley

Joanna Maranhão - 2m14s04 (Brasileiro/Open)   

400m medley

Joanna Maranhão - 4m38s66 (Maria Lenk)


Quarta-feira (20.04)

50m livre masculino

50m livre feminino

100m borboleta masculino

200m costas feminino

1500m livre masculino

800m livre feminino 


G1

Foto: SSPress