Maratonista Solonei Silva é O Primeiro Brasileiro Garantido No Atletismo

Os maratonistas brasileiros trabalhavam com a informação de que os três primeiros do ranking nacional iniciado em 1.º de janeiro que vai até 6 de maio de 2016 iriam aos Jogos Olímpicos do Rio, desde que tivessem tempos inferiores a 2h17min. Mas, na verdade, só duas vagas estão em jogo. Solonei Rocha da Silva já está classificado, conforme informou a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt).

Solonei está garantido no Rio-2016 porque o documento com os critérios de convocação da CBAt aponta o seguinte: "Estarão automaticamente classificados para as provas da maratona, os atletas que se classificarem do primeiro ao 20.º lugar nas provas do Campeonato Mundial de Atletismo de 2015". Solonei foi 18.º em Pequim.

"Antes de chegar essa notícia maravilhosa, de que eu já tenho a vaga, a gente (ele e o técnico Ricardo D'Ângelo) trabalhava com várias possibilidades. Eu iria me sacrificar para tentar um lugar na equipe olímpica e se chegasse aos Jogos seria para fazer o que meu corpo pudesse render, pois eu não tinha a certeza de que chegaria 100% devido ao desgaste para a conquista da vaga", contou.

Já são sete brasileiros com índice para a maratona nos Jogos de 2016, mas só dois (antes três) melhores do ranking estarão na Olimpíada. Agora, quem quiser ainda tentar disputar a maratona no Rio precisa correr abaixo de 2h11min02s, que é o tempo que Paulo Roberto de Almeida Paula fez em Fuzuoka (Japão), no domingo. Marilson Gomes dos Santos lidera a lista com 2h11min00s.

Desde 2004, nenhum brasileiro senão Marilson, Paulo Roberto e Solonei fez tempo abaixo disso. Franck Caldeira, que fez 2h16min35s em Frankfurt (Alemanha) este ano, tem suas melhores marcas na casa de 2h12min. Solonei completou a Maratona de Milão em 2h13min15s e, agora, não precisa mais se preocupar em ser ultrapassado. Pode pensar só no Rio-2016.

"Agora eu posso trabalhar com tranquilidade. Uma vaga dessas tira a pressão. Você não precisa ficar arriscando tanto. A maratona é uma prova muito desgastante. Não dá para fazer duas vezes por mês. São três meses de preparação e se você acertar, beleza. Se não acertar, tem que começar tudo de novo, pois o risco de lesão é muito alto", explica o corredor de 31 anos, que venceu o Pan de Guadalajara, em 2011, e a Maratona de São Paulo de 2012 e foi sexto no Mundial de 2013.

Além de Solonei, o Brasil tem outros 35 atletas qualificados para o atletismo dos Jogos Olímpicos do Rio. Ainda que Fabiana Murer, por exemplo, saiba que nunca não será ultrapassada no ranking nacional por outras três saltadoras brasileiras, ela oficialmente não está classificada para o Rio-2016. Nos 200m feminino, por outro lado, já são três velocistas com índice e pelo menos mais uma deve atingir a marca mínima necessária. Na maratona feminina já são cinco as qualificadas, mas só três irão ao Rio.