No Sufoco, Brasil Vence Holanda E “respira” No Grand Prix De Vôlei

Após perder para a China sem vencer nenhum set, a Seleção Brasileira feminina entrou em quadra, nesta quinta-feira, precisando vencer a Holanda para manter-se viva na fase final do Grand Prix de vôlei, que acontece na China. No sufoco, no tie-break e de virada, a equipe de José Roberto Guimarães venceu por 3 sets a 2, parciais de 25/27, 25/23, 22/25, 25/22 e 15/11, e “respirou” na competição. Para continuar defendendo o título da principal competição anual de seleções no mundo, o Brasil torce por uma vitória da China, nesta sexta, diante das holandesas.

O equilibrado primeiro set poderia ter, tranquilamente, um outro desfecho. Ponto a ponto, as equipes chegaram ao final da primeira parcial sem abrir uma vantagem considerável. Além das boas deixadas das ponteiras holandesas em momentos decisivos, que quebrava a defesa verde-amarela, pesou mais uma vez para a derrota brasileira, 27/25, a instabilidade dentro de quadra.

No segundo set, a Seleção Brasileira abriu seis pontos no início, mas logo viu as adversárias quebrarem a diferença. Virando mais bolas, principalmente com Natália, o Brasil teve dois set points para fechar: no segundo, em um erro de saque holandês, empatou a partida, 25/23.

A Holanda começou o terceiro set pressionando e abriu três pontos. O início ruim custou caro à Seleção Brasileira, que não conseguiu tirar a desvantagem do placar e viu a parcial ser fechada em 25/22 para as rivais. A esta altura, as holandesas exploravam bastante os ataques de Celeste Plak – a ponteira chegou aos 20 pontos perto do final do set.

Para forçar o quinto e último set, o time comandado por José Roberto Guimarães acertou saque e ataque e fechou a quarta parcial em 25/22. Demonstrando uma recuperação incrível, as brasileiras abriram o tie-break com uma diferença de quatro pontos. Depois disso, e de vencer um rali de 29 segundos, elas tiveram força para vencer o set decisivo, 15/11.

Com a vitória, o Brasil continua vivo no Grupo J da competição. Para avançar à semifinal, as brasileiras precisam torcer por uma vitória da China diante da Holanda, nesta sexta-feira, às 8h30 (de Brasília). Conforme o regulamento do torneio, as duas melhores equipes de cada grupo avançam. Do outro lado, pela chave K, Sérvia e Itália venceram e eliminaram os Estados Unidos. As duas seleções entram em quadra, também nesta sexta, para definir a liderança do grupo.


GAZETA ESPORTIVA

MAIS ESPORTES

Foto: Divulgação/FIVB