7° Curso De Especialização Em Esportes E Atividades Físicas Inclusivas Para Pessoas Com Deficiência

Após o período de estudo para a validação do 7° Curso de Especialização em Esportes e Atividades Físicas Inclusivas para Pessoas com Deficiência, o Núcleo de Pesquisa em Inclusão, Movimento e Ensino a Distancia da Universidade Federal de Juiz de Fora (NGime/UFJF) conseguiu o reconhecimento do edital e da importância do curso para o estudo e capacitação relacionados a acessibilidade e inclusão pelo Centro de Ensino a Distância (Cead/UFJF) e abre novamente o edital para todos os interessados.

O Ngime/UFJF acredita que repensar a acessibilidade começa em cada pequeno ato que possibilite incluir a pessoa com deficiência dentro de nossa sociedade. É preciso dar independência para que possa ter a liberdade de escolha, ter acesso a educação sem que existam empecilhos ou dificuldades, a possibilidade da participação em eventos culturais e esportivos, e mais que isso, faz-se necessário o direito do ir e vir sem medo ou preocupação com os estereótipos. Porém, essas mudanças só acontecem por meio da conscientização e educação de qualidade.

Preocupado com o estudo das formas de incluir e acolher a pessoa com deficiência, o Núcleo de Pesquisa vem cumprindo um importante papel social na formação de profissionais que estejam capacitados para transformar a vida de alunos deficientes na prática escolar.

Após o sucesso dos cursos de especialização e aperfeiçoamento na formação de profissionais na área de inclusão escolar, o NGime/UFJF oferece mais uma oportunidade gratuita para a capacitação de educadores, acadêmicos e profissionais de diversos campos de saber por meio da sétima edição do Curso de Especialização em Esportes e Atividades Físicas Inclusivas para Pessoas com Deficiência.

Nessa edição a Especialização será oferecida em dez polos: Salinas, Boa Esperança, Lagoa Santa, Araxá, Governador Valadares, Santos, Ubá, Sete Lagoas, Tiradentes, Timóteo. Uma das grandes vantagens é o fato de ser semipresencial, isso significa que apesar de ser praticamente todo online, existirão quatro encontros no polo que for escolhido pelo estudante, e a defesa do Trabalho de Conclusão de Curso que acontecerá em Juiz de Fora, em uma data marcada previamente.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Pesquisa, Eliana Ferreira, o curso se caracteriza não apenas pelo conteúdo pertinente ao momento, mas também pelos valores sociais e pelo reconhecimento da diversidade que se encontra incorporada em um contexto sociocultural, político e educacional. “Esperamos que todos os alunos contemplados assumam a responsabilidade de multiplicadores sociais na promoção do respeito as diferenças. O foco é pensar em uma educação inclusiva para uma sociedade que possibilite acessibilidade para todos”.

A inscrição poderá ser feita no período de 11 de janeiro a 22 de fevereiro. Para maiores informações sobre o edital clique aqui.

UFJF

Foto: Divulgação