Veja Os Ritmos Que Vão Embalar O Verão

Funk combina com exercício? Para quem frequenta as academias, tem tudo a ver. Em cima da esteira, na corrida, nas aulas de dança, o ritmo é um dos que vão agitar o verão da galera mais jovem.

Está na playlist da personal de dança e professora numa academia de Vitória, Larissa Lima, conhecida como Lalá Lima. E não é só Anitta que vai tocar nas aulas. “Prefiro os mc’s mais novos, como o MC Gw, o MC G15, o MC Kevinho”, cita ela.

Ouvimos alguns profissionais da área para saber o que eles vão tocar nesta estação.

Hip hop e pagodão baiano são outros hits do verão que prometem colocar a turma para se mexer, segundo a professora. Pagodão baiano? Para quem não conhece, Lalá Lima explica: “O pagodão baiano é o axé com batida de funk. Um dos nomes é o Léo Santana”, conta ela.

Sertanejo

Professora de Fit Dance e Walking Dance em uma academia na Praia da Costa, em Vila Velha, Mariana Bortone, revela ainda outro ritmo que vai bombar em 2018: “O sertanejo com funk tem tocado bastante. E gosto também de colocar nas aulas músicas latinas, como da banda Maloma”.

Para Mariana, Anitta vai sim ter seu lugar garantido na rádio das academias. A funkeira, inclusive, acaba de lançar uma nova música que já está entre as mais ouvidas no país. “Vai Malandra” promete ser o som “chiclete” do verão. “É o que anima. O funk agrada quase todos os alunos”, diz ela.

São batidas que fazem a moçada suar, até em cima de uma esteira, o que é o caso dos que praticam o Walking Dance, modalidade de dança que utiliza o equipamento.

Nas aulas do professor Rick Buter, reinam as músicas latinas. “Na zumba, 70% das músicas são latinas”, diz o personal trainer que costuma lotar a sala de garotas que vão dançar essa modalidade na academia.

Coreografias

“Reinando nas aulas de ritmos sempre as estrelas Anitta, Pablo Vittar e Ludymila, porque na hora do agito é bom saber as coreografias pra não fazer feito com a turma!”, comenta o professor.

Para ele, nas festas á beira-mar, o clima vai esquentar ao som de Despacito, Raggaeton Lento e Chantaje.

O axé, que já dominou as paradas por anos seguidos, não foi abandonado, segundo Rick. “O axé até perdeu um pouco o seu espaço. Porém, a galera se amarra nas musicas antigas que fazem lembrar os Carnavais do início dos anos 2000”, observa ele.


GAZETA ON LINE

Bem Estar

Foto: Vitor Jubini