Do Discurso à Realidade, A Prática Da "política" Das Empresas Fitness

No dia 12 de maio de 2017, Rafael Fernandes, Mestrando em Administração Estratégica; Especialista em gestão de empresas de fitness e wellness; Especialista em Administração e Marketing esportivo; Gerente geral academia Vittoria CrossFit- Unidade Freguesia II; Coordenador academia Bodytown; Colunista dos sites: oportunidadefitness.com e gestaofitness.com.br; Pesquisador na área de gestão no fitness; Palestrante e consultor de academias; Professor de Educação Física, publicou no site gestão fitness a seguinte matéria:

“No texto de hoje, vou fazer uma crítica pesada aos métodos de gestão de algumas empresas fitness. Observo em muitas consultorias, congressos, cursos e reuniões, gestores reclamarem dá má qualificação dos profissionais, das maneiras pouco “profissionais” com que alguns profissionais tratam seus empregadores e que uma porcentagem de culpa sobre o desempenho da empresa recai sobre seus subordinados. De fato, muitas vezes é verdade. Mas, o maior percentual de culpa, desculpe, é seu de persistir neste erro e não mudar essa peça ou situação! Raras são as vezes onde o gestor assume ter se equivocado neste ou naquele ponto. Que teve uma atitude precipitada etc.

Veja texto completo em anexo.