Estudo Mostra Que Tipo De Pisada Não Faz Diferença Na Hora Da Corrida

Quem nunca ouviu a dica de um corredor mais experiente, que uma lesão ou algum problema durante o desenvolvimento da corrida pode ter como causa o tênis errado para sua pisada? Para isso testes em lojas e eventos são super divulgados e as marcas costumam indicar um modelo diferente para cada corredor, sendo as mais conhecidas: pronada, supinada e neutra, mas será que isso realmente faz diferença?

O último estudo sobre isso, divulgado por uma repórter do jornal New York Times, afirma que não. A pesquisa (publicada no British Journal of Sports Medice) foi feita com 927 corredores que começaram a treinar e tiveram acompanhamento por um ano. Os corredores utilizaram tênis neutros iguais (Supernova Glide 3, da Adidas) e ganharam relógios com GPS para serem avaliados durante a pesquisa. Eles foram divididos em cinco grupos: altamente supinado, supinado, neutro, pronado e altamente pronado.

Ao final da avaliação, por um ponto de vista estatístico, não houve diferenças consideráveis entre os grupos. Confira a conclusão do autor:

“Não conseguimos observar diferenças significantes para os corredores estudados com pisada altamente supinada, supinada, pronada e altamente pronada quando comparados aos que tinham a pisada neutra. Enquanto isso, os corredores de pisada pronada tiveram um significativo número menor de lesões a cada 1.000 quilômetros, comparados ao corredor de pisada neutra.”

A pesquisa mostra que a taxa de lesão dos corredores altamente pronados é muito maior do que dos outros grupos, porém apenas nove pessoas (18 pés, na verdade já que cada pé foi analisado separadamente, pelo motivo das pessoas nem sempre serem simétricas) caíram nesta categoria. A conclusão é que esse é um número muito pequeno para afirmar algo.

Os corredores de pisada pronada, por outro lado (com 122 pés) tiveram menos lesões do que o grupo neutro.

Isso significa que está é provavelmente a melhor evidência, até agora, de que você realmente não deve se preocupar com o tipo de pisada quando está escolhendo seu tênis. Afinal, para 99% dos corredores deste estudo, a pisada não é tão importante assim.

Finalizando, os autores aconselham o corredor a fazer duas coisas: primeiro, escolha um sapato que você se sinta confortável já que essa percepção é realmente um guia relativamente importante. E em segundo lugar: preste atenção a todos os fatores não relacionados ao tênis que podem fazer com que você tenha uma lesão, que são os erros de treinamento. 


WEBRUN

Notícias

Christina Volpe e Nelson Evêncio

Foto: divulgação