Estudo Revela Que Musculação Reduz O Risco De Diabetes Tipo 2

A prática regular de exercícios físicos é uma das principais formas de prevenção e tratamento da diabetes tipo 2 — doença metabólica complexa que pode levar a uma diminuição de 15 ou mais anos na expectativa de vida.  Se não tratada, a condição leva a sérias complicações como: doenças vasculares, infarto agudo do miocárdio, retinopatia, doença renal crônica, entre outras.

Uma das principais causas são os hábitos alimentares inadequados, tabagismo e sedentarismo — que recentemente foi considerado pela Organização Mundial de Saúde como epidemia."

Ao longo de 18 anos, pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, acompanharam 32 mil homens, analisando características como prática de atividade física, sedentarismo, hábitos alimentares, tabagismo e consumo de álcool, além de casos de diabetes na família. Nesse período, 2.278 voluntários foram diagnosticados com diabetes tipo 2.

Os resultados mostraram que a prática de atividades que envolvam o fortalecimento muscular, durante 150 minutos por semana, diminui as chances de uma pessoa desenvolver a doença em até 34% em comparação com quem não pratica nenhum tipo de exercício. Essa redução ocorreu mesmo com treinos de menor intensidade.

O primeiro estudo a analisar os efeitos da musculação sobre o risco de diabetes tipo 2 mostrou que esse tipo de atividade, independentemente da prática de exercícios aeróbicos, como caminhada ou corrida, já é capaz de reduzir as chances de uma pessoa apresentar a doença.

No entanto, de acordo com a pesquisa publicada no periódico Archives of Internal Medicine, a probabilidade de não desenvolver a condição é ainda menor quando os dois tipos de atividade — muscular e aeróbica — são associadas. Podendo reduzir esse risco em até 60%.

Com isso, fica claro que os exercícios físicos são de grande importância para a prevenção e tratamento da diabetes tipo 2. Porém, não se esqueça que a prática de exercícios deve ser sempre indicada e acompanhada por profissionais qualificados.


METRÓPOLES

Sabrina Mundin

Foto: divulgação