Imagem Corporal De Idosas E Atividade Física

O objetivo desta pesquisa foi avaliar e comparar a imagem corporal de idosas praticantes e não praticantes de um programa de educação física. Foram avaliadas 32 idosas (X= 70 ± 6,6 anos), 15 praticantes (G1) 17 não praticantes (G2). Utilizando a escala de silhuetas de Stunkard et al (1983), adaptada por Marsh e Roche (1996), as idosas escolheram uma silhueta atual (SA) e uma ideal (SI). Na comparação intra grupos, através do teste “t” de Student, houve diferença entre a SA e SI para o G2, porém não para o G1. Na comparação entre grupos houve diferença significativa somente na SA. Essa avaliação positiva da imagem corporal atual no G1 pode estar relacionada aos benefícios da prática de atividades física, pois esta auxilia na compreensão das individualidades fisiológicas, psicológicas e sociais dos idosos e favorece a experiência com o corpo para uma imagem corporal íntegra. 

Veja texto completo em anexo.